Inverno

 
 
 Os últimos dias foram amenos.
Tenho sentido falta como em todos os outros dias, mas algo mudou.
Mudou como as manhãs de inverno que soam mais tristes.
Mudou como as noites frias.
Mudou como o contorno de cores azuladas.
Mudou como as musicas que ouço em meu quarto.
Como as folhas pardas espalhadas pelos cantos da sala.
Tudo é mais silencioso.
Os comentários são mais curtos.
Mas a distancia parece maior.
 
Ou será então que nada mudou ?
Será que é só saudade que insiste em pernoitar meus sonhos?
Talvez seja eu a requerer atenção demais
Vai ver me acostumei a dividir tudo com ele,.
E quando me vejo caminhar mais quarteirões assim sozinho,
é que me vejo esperando por ele.
Esperando que a tarde logo termine, e que o telefone toque ao menos uma vez, que a noite não tarde a ir embora e que os dias não me tornem insensíveis.
 
Por que dias amenos já não são tão raros e por mais que seja angustiante sentir meu coração fatigar-se da ausência, mais aflição têm sido esses dias tênues.
Por que a lembrança acompanhada do meu desejo de tornar a vê-lo é que verte em mim os traços imprecisos do amor.
 
E continuo há contar os dias.
O inverno chegou ao fim.
Chove ou garoa já faz alguns dias e tudo anoitece silencioso.
Acho que envelheci nessas ultimas semanas mais do que no ano passado inteiro.
Tem dias que penso que vai dar tudo certo.
Têm outros que hesito crer na realidade dos fatos.
Mas de qualquer forma sinto falta da presença dele.
São muitos os percalços que me mantém distante.
E isso conclusivamente não me faz bem.
Tem dias que padeço de um sentimento de incapacidade, desgosto, fraqueza e desalento.
Uma profunda tristeza indicada pela lisura dos meus movimentos.
 
Nesses dias sou apenas mais um espectador a testemunhar minha própria vida, a negar-me absolutamente participar ativamente de qualquer ocupação.
Em dias assim Tenho sempre muitas recordações
Às vezes consigo me lembrar tão nitidamente de cheiros, cores e imagens que me sinto irremediavelmente tentado a agarrar-me a realidade para não me atrever a voltar a coisas tão habilmente escondidas.
 
Eu não posso ficar como estou.
Não posso esperar por tempos e tempos.
Nada espera por mim, mesmo que eu não esteja prontamente apta.
Não posso deixar as coisas passarem
Enquanto eu continuo sentada esperando
“que me abram uma porta ao pé de uma parede sem porta”
Eu achei que poderia.
Que esperaria ansiosamente até o dia que terminaria essa espera.
Mas meu coração se acende e se apaga
Cada vez que traça planos que não acontecem.
Eu não.
E tudo permanece suspenso.
E eu fico a esperar que me respondam o que devo fazer.
Porque já sinto importunar minha casa
E pareço demasiadamente supérfluo.
Meus períodos de silêncio se multiplicam.
Eu não sei o que dizer.
Tenho sentido falta dele todos os dias.
Eu fico só a maior parte do tempo
Esperando ele chegar.
Mas eu sei que não vai chegar.
Sei que ninguém vai bater em minha porta.
Continuo a esperar por cartas que nunca chegam.
Continuo a fazer vigília no telefone.
Pra que?
Se quando alguém liga só penso em desligar o telefone?
E o telefone só torna as coisas mais difíceis.
Porque nunca consigo dizer o que preciso.
Eu só digo que entendo, que aceito e que não é preciso se preocupar.
E quando a linha termina
Eu fico de novo só em meu quarto , na minha cama.
E agora tudo que faço se resume a esperar
E espero o dia acabar.
Espero a noite acabar.
Espero a semana acabar.
E enquanto isso eu vou me acabando.
Então espero
Espero que se decida o que vou fazer.
Esperando que a minha vida seja mais do que ficar esperando.

Anúncios

Deixe um comentário

Nenhum comentário ainda.

Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s